Login/Registo de membros

Sala dos Professores do Ensino Superior

Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Perdeu o seu e-mail de activação?

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão

 
Pesquisa avançada

176204 Mensagens em 14641 Tópicos- por 49347 Membros - Membro Mais Recente: alice pinto

Julho 25, 2017, 09:32:30
Páginas: [1] 2   Ir para o fundo
Imprimir
Este tpico ainda no foi classificado!        Share this topic on FacebookShare this topic on MySpaceShare this topic on Del.icio.usShare this topic on DiggShare this topic on StumbleUponShare this topic on TwitterShare this topic on GoogleShare this topic on Yahoo
Ainda no classificou este tpico. D uma classificao:
Autor Tópico: Sala dos Professores do Ensino Superior  (Lida 4880 vezes)
Joao Soares
Licenciatura
***

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 304

Ver Perfil
« em: Setembro 19, 2003, 12:31:15 »

Era importante criar-se uma sala para os professores do ESuperior: Vantagens: _perguntar porque é que as médias de Medicina e Arquitectura são tão elevadas neste País? -perguntar porque não há uma racionalização de recursos em termos de saídas profissionais de vários cursos? Lembram-se de mais algumas questões??
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
Sala dos Professores
« em: Setembro 19, 2003, 12:31:15 »



 Registado
admin
Administrador
Super Membro
*****

Karma: 194
Offline Offline

Mensagens: 3728


Ex Umbra in Solem

rucanunes rucanunes
Ver Perfil WWW Oferece-me uma bebida
« Responder #1 em: Setembro 19, 2003, 12:37:43 »

Eles que apareçam que a sala é criada!
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado

Sala dos Professores
« Responder #1 em: Setembro 19, 2003, 12:37:43 »



 Registado
Mito
Estagiário
*

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 6


Ver Perfil
« Responder #2 em: Setembro 19, 2003, 12:38:38 »

João, e achas que os colegas, mesmo sendo do superior, iam saber responder a essas questões?? :???: Será que são eles que determinam essas coisas?? Ou haverá alguém mais acima para decidir isso??? :wink:
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
Joao Soares
Licenciatura
***

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 304

Ver Perfil
« Responder #3 em: Setembro 19, 2003, 10:44:21 »

Entendo ser muiiito importante. Recebo alguns mailings de professores universitários que desconhecem muitos dos projectos educativos em que muitos profs de outros ramos de ensino desenvolvem, não estão ao corrente de muitas carências em recursos humanos da maioria das escolas em que estamos a leccionar....resumindo e concluindo, essa aproximação e interacç?a creio que será muito benéfico. As m/ questões são eternas, dizem respeito a todos os portugueses, deve ser debatio e resolvido de uma vez por todas. É uma situação vergonhosa, que está a conduzir alunos adolescentes e pais a caminho da depressão a vários níveis. Não pode continuar assim. è uma entropi no noso tecido socio económico. A responsabilidade não deve morrer solteira. Além disso uma das partes deste DEBATE diz que os estudantes chegam  s faculdades menos preparados e NÓS dizemos que as universidades não acompanham as alterações socio-económicas e que muitos estudos pedagógicos são muito "perfeitos" mas irreais e para turmas muito seleccionadas e em número reduzido. Era importante conhecermos ou recebermos resumos de estudos universitários a nível pedagógico. É manifestamente insuficiende te a (in) formação em seminários, congressos ( muitas vezes caros, sem que nós professores do Ensino Básico e Secundário tenhamos bolsas de investigaçãopara os pagar). Considero,portanto, ser relevante a criação desta sala e derrubar um pouco essa relação UNIVERSIDADE e ME dixit e o Ensino Básico e Secundário não ter voto na matéria ( todos nós em vários momentos das nossas vidas profissionais já debatemos várias reformas e elas estavam já decretadas, por exemplo a reforma do secundário). :evil:
« Última modificação: Setembro 20, 2003, 12:24:45 por 1 » Registado
Mito
Estagiário
*

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 6


Ver Perfil
« Responder #4 em: Setembro 19, 2003, 11:32:30 »

Concordo em que se crie a sala! :D O que eu quis dizer é que não deverá ser para se esclarecer essas questões que tinhas colocado no início...
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
AnaPereira
Doutoramento
*****

Karma: -66
Offline Offline

Mensagens: 2434


Ver Perfil
« Responder #5 em: Setembro 19, 2003, 11:38:58 »

É assim concordo com a criação de uma salita para o ensino superior, mas desde que seja direcionada para os cursos de via ensino, onde os professores das pedagógicas podessem vir e dialogar alguns aspectos, que eu achava bastante importante serem debatidos nessas cadeiras. Digo isto porque, quando estava a estudar, muitas vezes nas cadeiras pedagogicas pouco ou nada se falava de fazer actas, de organizar projectos curriculares de turma, etc e acho que os alunos que estão no Ramo educacional, tem de estar ao corrente do que isso é e o que representa. No quinto ano, nas minhas aulas de seminario de Gestão Escolar carregavamos o nosso professor com dúvidas sobre certos aspectos da vida escolar, que ele ficava meio atarantado e sem resposta, depois sugerimos ainda que os que viessesm a partir de nós fossem informados e preparados sobre como resolver essas duvidas. Claro os outros cursos são importantes, mas os de via ensino deveriam ser mais focados e levar as universidades que os tem   consciencialização de que estão a formar professores para depois ficarem no desemprego.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado

Ser professor nunca foi fácil. Durante séculos exigiu-se que o professor fosse um modelo de virtudes, e mais recentemente que desempenhasse as funções de um técnico, capaz de mudar os comportamentos e atitudes de todo o tipo de alunos. Uma profissão impossível.
Mordor
Bacharelato
**

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 85

Ver Perfil
« Responder #6 em: Setembro 19, 2003, 12:02:48 »

Um espaço num fórum com esse âmbito não tem que ser direccionado dessa forma, sobretudo quando se sugere que a sua criação deva depender dessa orientação... Quem deve estabelecer orientações para um determinado espaço são os participantes desse espaço, no caso, os professores do Superior que entendessem integrá-lo.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
BrainDamage
Bacharelato
**

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 87

Ver Perfil
« Responder #7 em: Outubro 12, 2003, 07:41:33 »

Citar
É assim concordo com a criação de uma salita para o ensino superior, mas desde que seja direcionada para os cursos de via ensino, onde os professores das pedagógicas podessem vir e dialogar alguns aspectos, que eu achava bastante importante serem debatidos nessas cadeiras.
Afinal uma sala para o ensino superior poderia ser ouro sobre azul, e ao contrário daquilo que a Ana diz, não acho que deveria ser direcçionada para cursos de via de ensino, porque afinal, a formação dos futuros professores é apenas uma muito pequena parte das competencias do ensino superior. Alêm disso, se esta é a "Sala dos Professores" todos os professores deveriam ser bemvindos, senão teria de se alterar o nome para "Sala dos Professores do Ensino Secundário" ou não seria?
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
charlotte
Mestrado
****

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 761

Ver Perfil
« Responder #8 em: Outubro 12, 2003, 08:06:34 »

De facto, se no fórum se incluem salas desde o pré-escolar (sala de educadores de infância) até ao 12º ano, é lógico que se abra uma para professores do ensino superior.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
BrainDamage
Bacharelato
**

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 87

Ver Perfil
« Responder #9 em: Outubro 12, 2003, 10:03:07 »

E que tal uma votação para ver se há ou não adesão á ideia da Sala dos Prof's do Ensino Superior ?
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
BrainDamage
Bacharelato
**

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 87

Ver Perfil
« Responder #10 em: Outubro 14, 2003, 10:41:20 »

[/quote] De acordo com o adm esta é a sala do Ensino Superior, Braindammamge.. Vamos começar... Já fiz uma série de questões...não vi nenhuma repsosta... :oops:[/quote] E não há resposta porque as perguntas estão mal direcçionadas. Afinal o que têm que ver os Profs do superior com as politicas erráticas que têm sido seguidas ? Essas decisões partem de umas luminárias que fazem os possiveis por passar despercebidas (e eu bem as entendo coitadas). A questão que se poderá por é a de saber o que é que cada um de nós gostaria que fosse a vocação da Universidade, qual é a prespectiva daqueles que formam pessoas para entrarem numa universidade e qual a prespectiva daqueles que as formam na própria universidade. Quando estas questões forem (se poderem) esclarecidas se calhar é também possivel remover os espinhos que se encontram nas fronteiras das duas instituições. Divirtam-se
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
admin
Administrador
Super Membro
*****

Karma: 194
Offline Offline

Mensagens: 3728


Ex Umbra in Solem

rucanunes rucanunes
Ver Perfil WWW Oferece-me uma bebida
« Responder #11 em: Outubro 14, 2003, 11:10:07 »

Vamos lá então... Quem for professor do Ensino Superior que responda a esta mensagem. Se houver quorum suficiente para ciar a sala, ela será criada.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado

Joao Soares
Licenciatura
***

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 304

Ver Perfil
« Responder #12 em: Outubro 15, 2003, 01:10:44 »

Citar
. Afinal o que têm que ver os Profs do superior com as politicas erráticas que têm sido seguidas ?[/quote] Braindammage, sabes que há reitoria e conselhos científicos com matéria e algum poder de intervenção, querendo... Concordo ctg na parte final do texto. Só um reparo...espero que este espaço não seja por e pela "diversão"... :???:
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
BrainDamage
Bacharelato
**

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 87

Ver Perfil
« Responder #13 em: Outubro 16, 2003, 09:01:35 »

OK então vamos lá. (Não percebi aquela da diversão !) Aqui vai a minha opinião, que não passa disso e vale o que vale, espero que possa aprefeiçoa-la com a discução que (eventualmente) este post poderá gerar (ou não). Para já talvez a minha opinião seja limitada uma vez que a minha formação é na área das ciencias naturais e exactas pelo que devem ser pacientes. Qual é o papel da Universidade ? A resposta é um bocadinho estranha pois que nos ultimos anos, com as novas modas da educação, devemos distinguir duas coisas, a saber: - Qual é a vocação da Universidade e - Qual é o papel que cada vez mais lhe tem sido imposto Na minha opinião, a vocação principal da universidade é ser um espaço de discução e formação em primeiro lugar de investigadores e técnicos que possam ser o motor do desenvolvimento futuro, mas a massificação forçada da educação (e algumas modas pseudo socializantes) tem vindo a impor á Universidade todo um conjunto de papeis adicionais para o qual ela não está, de facto, vocacionada como seja a formação proficional, uma vez que o canudo se tem vindo a tornar uma mais valia competitiva no mercado de trabalho. Este estado de coisas tem vindo a causar aquilo a que eu chamo a "inflacção dos graus académicos". Não me vou alongar muito mais e por favor não me tratem muito mal por expor aqui uma opinião que eu sei ser polémica, no entanto isto pode ser um ponto de partida para uma discução sobre o assunto. Digam de vossa justiça...
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
Joao Soares
Licenciatura
***

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 304

Ver Perfil
« Responder #14 em: Outubro 20, 2003, 10:18:57 »

Conselho de Reitores Lamenta Que Ensino Não Seja Prioridade do Governo Por ISABEL LEIRIA E BÁRBARA WONG Sábado, 18 de Outubro de 2003 Basta olhar para os orçamentos atribuídos   educação e ao ensino superior para perceber que estas não são áreas prioritárias para o Governo. "O problema do financiamento não é criado por este ministério, é um problema de opção política do Governo e da Assembleia da República", lamentou ontem Adriano Pimpão, presidente do Conselho dos Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP),   saída do primeiro encontro com a nova ministra da Ciência e do Ensino Superior, Maria da Graça Carvalho. Durante todo o dia de ontem, numa maratona que se estendeu até   noite, Maria da Graça Carvalho ouviu as preocupações dos representantes dos reitores, institutos politécnicos, sindicatos de docentes e estudantes, naquela que foi uma das suas primeiras iniciativas. A continuidade das políticas definidas pelo seu antecessor, Pedro Lynce, já foi garantida, mas a governante fez questão de ouvir os parceiros, num momento em que muitos dos "dossiers" - da lei de bases da educação,   autonomia das instituições, passando pela revisão do estatuto carreira docente - ainda estão em discussão. E se, para o presidente do CRUP, a questão do financiamento (a nova lei foi aprovada em Agosto) nem sequer devia ser a mais importante, o facto é que "anos de subfinanciamento" começam a trazer problemas acrescidos  s instituições e podem por em causa a qualidade. Para 2004, as universidades contam com uma diminuição das verbas para o funcionamento, em termos nominais, entre os 1,5 por cento e os dois por cento, (ou seja, o equivalente a um corte real na ordem dos quatro por cento, se se contar com a inflação estimada). "Quando persiste este subfinanciamento, entramos num processo de contradição que é o de exigir mais qualidade, ao mesmo tempo que o ministério não atribui os recursos necessários. Depois pede-se  s instituições que resolvam o problema com as propinas", criticou Adriano Pimpão. Apesar das críticas, o representante dos reitores deixou a garantia de que "da parte dos dirigentes universitários tudo será feito para diminuir a tensão existente no ensino superior". "Não concordo com determinados excessos, mas temos de compreender a reacção dos estudantes e das famílias, pois a situação que se gerou não é fácil. Houve alguma insensibilidade em relação ao que poderia ser a reacção das pessoas face   variação das propinas", considerou ainda. O reforço do orçamento para a investigação e ciência, acção social e ainda a disponibilidade do ministério para a celebração de contratos programa com as instituições (para a resolução de problemas específicos e melhoria de condições de funcionamento) foram alguns dos aspectos elogiados por Adriano Pimpão Politécnicos e sindicatos fazem balanço positivo Também o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) se queixou da diminuição das verbas para o funcionamento que, em termos nominais, ronda os 3,31 por cento. "Ou seja, se tivermos em conta o aumento do número de alunos e da taxa de inflação, este corte, em termos reais, é superior a seis por cento", informa Luís Soares, presidente do CCISP. Também a forma como foi calculado o orçamento mereceu a crítica de Luís Soares: "Os critérios utilizados vieram prejudicar os politécnicos". Por isso, a ministra Maria da Graça Carvalho já agendou uma reunião sectorial sobre orçamento, avança Luís Soares, considerando que, globalmente, o encontro "foi positivo". Também a Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional dos Sindicatos da Educação (FNE) têm a mesma opinião sobre o encontro com a ministra. "O primeiro contacto pareceu positivo, embora ainda não haja nada de concreto, mas parece que há uma abertura ao diálogo, que não havia com o antecessor", resume João Cunha Serra, da Fenprof. A reter a vontade de Maria da Graça Carvalho de pegar no dossier do estatuto da carreira docente já no início do próximo ano. Tanto as federações como o Sindicato Nacional do Ensino Superior (Snesup) estão preocupadas com o facto de os professores não terem direito a receber subsídio de desemprego. "É imoral que não exista", reclama Luís Moutinho, do Snesup. Conceição Alves Pinto, da FNE, justifica que a diminuição do número de alunos que chegam ao ensino superior "põe em evidência" a necessidade do subsídio. Cunha Serra, da Fenprof, lembra ainda a situação dos docentes que leccionam no sistema privado que "estão   mercê" das entidades empregadoras. Cabe ao ministério regulamentar as carreiras destes professores, aponta o dirigente. No final da noite, Maria da Graça Carvalho recebeu os estudantes, num encontro que terá ficado marcado pelas muitas críticas que os alunos apontam   política para o ensino superior. Miguel Teixeira, dirigente da Associação Académica de Lisboa, adiantou mesmo antes do encontro que iriam pedir a revogação de toda a legislação do Ensino Superior. Caso a ministra insistisse na continuidade das políticas, os estudantes da capital estavam dispostos a abandonar a sala. Por seu lado, a Associação Académica de Coimbra decidiu nem sequer participar na reunião.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 por 1 » Registado
Sala dos Professores
   



 Registado
Páginas: [1] 2   Ir para o topo
Imprimir
Ir para:  

* Compartilhar este Tpico...
Para Frum
(BBCode)
Para Sites/Blogs
(HTML)
+ Resposta rápida


Tpicos Relacionados
Assunto Iniciado por Respostas Visualizações Última mensagem
Sindicatos querem discutir as medidas para o ensino superior Sindicatos SofiaBarcelos 7 1382 Última mensagem Dezembro 19, 2006, 05:31:25
por SofiaBarcelos
Desemprego cresce entre professores do ensino superior Geral Ambrósio 1 1038 Última mensagem Outubro 03, 2006, 01:22:38
por Lilac
Conferência de Imprensa contra asfixia financeira do Ensino Superior Público Sindicatos Ambrósio 0 896 Última mensagem Maro 01, 2008, 02:48:00
por Ambrósio
Ensino Superior: luz verde para despedimentos Geral Ambrósio 0 392 Última mensagem Junho 27, 2008, 01:29:09
por Ambrósio
Professores, Formadores e Professores sem Ensino Superior Geral euribia 1 1559 Última mensagem Setembro 29, 2008, 07:34:40
por FILmasy

Sala Dos Professores criada em 15 de Novembro de 2003
Todos os logos e trademarks neste site são propriedade do seu respectivo dono. Os comentários são propriedade e da responsabilidade
de quem os põe, tudo o resto Copyright © 2003 Sala dos Professores. Para qualquer assunto, por favor, contactar o Administrador.

RocketTheme Joomla Templates